Miniatura

Captura de Tela 2016-03-13 às 11.54.09

Note, em meio à saudação fascista perpetrada nesta manhã em Curitiba, o cidadão afro-descendente fingindo-se um legítimo representante da “velha” e fascista cepa ítalo-brasileira de Curitiba. É de chorar!!! 

Foi uma manifestação de brancos numa Nação negra

É a passeata de sempre na Globo de sempre: sem negro ou desdentado​

Por Paulo Henrique Amorim

 

Este post foi escrito às 13h00.

Quando a passeata do Rio chegou ao ponto de saturação e a de São Paulo é uma preparação.

(Uma preparacao feérica, riquissima, cheirosa, de dezenas de carros de som, patos do Skaf daFIE  P, muito tenis Nike.

Mas, negro que é bom … nada !

Foi uma passeata de brancos numa Nação negra.

Numa naçao de maioria negra e parda (para atender às exigências conceituais do Gilberto Freire com “i”.

É a mesma passeata de sempre, com mais cinco ou menos cinco brancos, aqui ou ali, e com a mesma Globo de sempre: uma prova concreta, física do apartheid social no Brasil.

Em Copacabana, o desfile foi patético.

Copacabana é um bairro cercado de magníficas e deslumbrantes favelas.

Pavaã-Pavaozinho, Cantagalo, Tabajaras, Morro dos Cabritos, Chapeu Mangueira.

Dona Marta ali perto, no Humaitá.

E Vidigal e Rocinha, mais para a São Conrado.

São alguns milhoes de negros – E POBRES !

Que não se mexeram para sair na Globo.

Ficaram em casa !

No botequim, tomando cerveja e esculhambando o Flamengo e o Fluminense, que querem jogar o Fla-Flu, em São Paulo.

O que a Globo mostrou no Rio foi um iate com a familia vestida de verde e amarelo, e um exuberante “fora Dilma”.

Depois, vai ancorar no Iate Clube e tomar champagne Veuve Clicquot – rosé, porém !

E em Salvador ?

A cidade mais negra do Brasil !

Não tinha negro nem vendendo água de coco !

E a Globo a divulgar numeros de manifestantes incompatíveis com a metragem quadrada do calçadao da Barra.

Pra botar aquele monte de gente da Globo ali, só dentro d’água.

Branco sozinho não derruba presidente no Brasil !

Se é por esse domingo que o PMDB vai saltar fora do barco.

Não vai.

(Saltar do barco de NOVOS ministérios, bem entendido …)

Se saltar, é para tentar um golpe parlamentar, instalar o impeachment por meia hora – até a favela perceber – e fechar a Lava jato.

Porque se ficar aberta, o Temer morre (e o Wellington Moreira Franco, seu único escudeiro, vai junto).

Se a sobrevivencia da Globo dependia dessa manifestacao de hoje , 13/3, pode começar a fechar a banca e tentar arrumar comprador.

Como o Valdir Macedo nao se interessa, quem sabe os filhos do Roberto Marinho vendem à Netflix ou à Google Red ?

Enquanto os farofeiros não se apossam da praia da Jararaca.

Deu xabu no Golpe !

No Golpe de brancos, por brancos para brancos.

Como disse o Roberto Marinho, no livro “O Quarto Poder”, ao seu diretor de jornalismo: “não quero preto nem desdentado no jornal nacional !”

Nem em passeata.

Qua qua qua !

Em tempo: leia a seguir os documentos das liderancas negras do Brasil, a nação mais negra do mundo, depois da Nigéria !

PHA

NOTA PÚBLICA DO MOVIMENTO NEGRO BRASILEIRO
Negras e negros se colocam contra a crise e a onda de conservadorismo  que  quer acabar com as conquistas sociais dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil.

Diante da ofensiva das forças conservadoras e de direita em curso no Brasil, a CONEN participa e investe nas articulações dos partidos, movimentos populares do campo e da cidade, centrais sindicais, LGBT, de juventude, de mulheres, na construção de frentes de luta contra a direita, por mais direitos, pela superação das desigualdades e pela democracia.

É com esse objetivo que a CONEN – Coordenação Nacional de Entidades Negras tem contribuído, de forma prioritária, na criação da “Convergências da luta de combate ao racismo no Brasil” que unifica a maioria da entidades do movimento negro brasileiro  (declaração em anexo) e assina a nota pública que encaminhamos em  anexo. Solicitamos que essa nota seja divulgada amplamente.

Importante: a CONEN integra a Secretaria Operativa da Frente Brasil Popular. Para mais informações sobre a Frente: www.frentebrasilpopular.com.br

Em tempo: a questão não é quantos brancos você arregimenta, mas quantos negros.

Fonte: http://www.conversaafiada.com.br/brasil/foi-uma-manifestacao-de-brancos-numa-nacao-negra

Anúncios