“Segue o relato do atleta olímpico de taekwondo Diogo Silva, medalha de ouro do Pan de 2007, que foi publicado em sua página do Facebook na quinta-feira, dia 29 de julho de 2015:

“Hoje, às 9 horas da manhã, indo para o treino, cheguei à região de Santo Amaro, zona sul de São Paulo. Estava no meu carro e passaram dois policiais, cada um em uma moto. Um deles passou direto. O outro ficou me medindo, olhando pra dentro do carro, e então me parou e perguntou: “Você já foi preso?” Olhei para o sujeito já sabendo o que aquela pergunta significava e respondi ironicamente: “Eu sou atleta olímpico, nunca fui preso.” Ele, não contente, perguntou: “Esse carro é seu, está no seu nome?” Respondi: “É meu e está no meu nome.” O policial ainda ficou me medindo e depois foi embora.
Eles dizem que é abordagem de rotina. Nós sabemos que a cor é o que me faz suspeito.”“

Leia ‘Não, não somos racistas’ em: http://www.juniao.com.br/nao-nao-somos-racistas/

Anúncios