Na Revista Forum:

Marina teria sido delatada por Léo Pinheiro, da OAS

A delação do ex-presidente da empreiteira OAS, Léo Pinheiro, pode comprometer Marina Silva. É o que afirma o jornalista Lauro Jardim, de O Globo, na coluna que deve ser publicada neste domingo (12), mas que já circula por jornais regionais.

Segundo ele, Pinheiro se comprometeu com os procuradores a falar do caixa dois que teria beneficiado a campanha da então candidata à presidência, em 2010.

Ainda de acordo com as informações do jornalista, o pedido do dinheiro foi feito por Guilherme Leal, um dos donos da Natura, candidato a vice-presidente de Marina naquela eleição. Alfredo Sirkis, ex-presidente do PV, teria acompanhado a negociação.

Caso se confirme, a revelação deverá ter ampla repercussão, já que a ex-presidenciável sempre tentou vincular sua imagem à ética e à alternativa de mudança do atual sistema político. Na prestação de contas da campanha, não qualquer registro de doação da OAS.

Anúncios