Tear Africano

Henrique Cunha Junior

Contos afrodescendentes

O tear africano de cada dia tece o pano e tece a trama da vida. Africanidades e afrodescendentes constituem um dos eixos fundamentais da construção do Brasil. Este livro reúne contos escritos durante um período de dez anos de militância do autor. Os contos buscam retratar uma visão da sociedade brasileira nas suas contradições étnicas. Quilombos e quilombolas figuram não só como símbolos de luta e vitória, mas também como portadores da sabedoria e dignos contribuidores para o saber da humanidade.

SELO NEGRO EDIÇÕES

2004

Henrique Cunha Junior nasceu no Bexiga, em São Paulo, e passou sua infância no tradicional bairro do Ipiranga. Foi aluno do grupo escolar Marechal Floriano e do Colégio Estadual Brasilio Machado. Depois, formou-se em Engenharia Elétrica pela USP (São Carlos) e em Sociologia pela Unesp (Araraquara). É mestre em História. Fez doutorado em Engenharia na França e livre-docência na USP. É professor titular na Universidade Federal do Ceará. Dirigiu grupos de teatro amador no movimento negro na década de 1970 e foi membro do Grupo Congada de São Carlos. Participou da fundação da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros, tendo sido seu primeiro presidente.