Programacao_v03

O Centro Afrocarioca de Cinema apresenta o projeto Casa Afrocarioca das Artes, de 8 de Julho a 26 de Agosto com uma série de atividades incluindo cinema, gastronomia, música, poesia e novas descobertas, tudo em um só lugar.

Zozimo

Cinema

Em julho – Filmes de Zózimo Bulbul convidam novos cineastas! – Com exibições de filmes, curtas de Zózimo Bulbul abrindo a sessão, seguindo com filmes de novos cineastas, como: “Kbella”, de Yasmin Tainá (filme criado a partir da experiência que a cineasta teve ao assistir “Alma no Olho” de Zózimo Bulbul / Onã do CRUA (Coletivo Criativo de Rua – criado por um grupo de jovens do Rio de Janeiro, interessados em expressões artísticas populares).“Jalí”, curta experimental criado pelos participantes do “Ponto de Cultura -Revisitando Zózimo Bulbul, nas trilhas do cinema negro”. Filmes de jovens cineastas africanos como OYÁ de Nosa Igbinedion, da Nigéria (o filme aborda super-heróis Orixás) e Afripédia de Teddy Goithom, da Etiópia (filme sobre moda e comportamento contemporâneo na África).

Em agosto – Filmes sobre a história do samba, personalidades negras e histórias infanto-juvenis de matriz africana. A programação inclui histórias do samba, espaço reservado para filmes infanto-juvenis e “Homenagem aos Atletas Olímpicos Negros”.

Ala de Gastronomia 

Em julho – Comidinhas de culinária africana e brasileira com o Afrogourmet  sob o comando da chef Dandara Batista. Uma excelente oportunidade de degustar pratos da matriz África, a sugestão abre com o prato favorito e que era especialidade de Zózimo – Mafe de frango, que tem como base o amendoim, vegetais como cenoura, berinjela e quiabo também acompanham o prato, além de creme de aipim.

Em agosto – Quem assume é a chef Maria Júlia Ferreira, com o delicioso Angurmê. Prato popular conhecido em todo Brasil que ganhou requintes culinários, além do angu seu carro chefe, Maria Júlia também ofereces caldos e sobremesas de dar água na boca.

Música – Intervenções musicais em vários estilos. Do samba ao soul passando pelos batuques ancestrais. Com Jovi Joviniano, Marquinhos de Osvaldo Cruz, Rubens Confete, representantes do Centro Cultural Cartola. E nas pick-ups os DJ JG e DJ Bieta.

E a Casa Afrocarioca das Artes faz parte do circuito da Campanha Contra o Racismo e Intolerância Religiosa 2016.

Centro Afrocarioca de Cinema

Rua Joaquim Silva, 40 – Lapa

Tel. 98159 5054

Entrada franca

Faixa etária livre

Datas:  JULHO – 08, 15, 22 e 29.

AGOSTO – 04 e 05, 11 e 12, 18 e 19, 26

HORÁRIO: de 18:00 ás 22:00

http://afrocariocadecinema.org.br/