Casa de Prince vira museu

Complexo Paisley Park, em Minnesota, será aberto ao público no início de outubro. Visitantes poderão conhecer estúdios, clube privado e quartos de luxo da casa do cantor americano, que morreu em abril.

A casa e o estúdio do cantor americano Prince, que morreu em abril, em Minnesota, nos Estados Unidos, serão transformados em museu. O complexo conhecido como Paisley Park, na cidade de Chanhassen, abrirá suas portas para visitantes a partir de 6 de outubro.

“Abrir o Paisley Park [ao público] era uma coisa que Prince sempre quis fazer e estava trabalhando ativamente nisso. Apenas algumas centenas de pessoas tiveram a rara oportunidade de visitar a propriedade enquanto ele era vivo”, afirmou a irmã do músico, Tyka Nelson.

De acordo com a Bremer Truste, entidade encarregada de controlar a herança do músico, será permitida a entrada de grupos de até 30 pessoas, por visita guiada. Durante 70 minutos, os visitantes poderão conhecer uma parte do complexo que possui 5 mil metros quadrados.

“As visitas guiadas conduzirão o público através dos corredores de Paisley Park, incluindo o estúdio de gravação e mixagem onde Prince gravou, produziu e mixou a maioria de seus grandes sucessos”, diz o plano da Bremer Truste.

Turistas visitam Paisley Park

Paisley Park já é bastante procurado por turistas

Os visitantes conhecerão também os quartos de luxo onde o cantor montava seus clipes e realizava ensaios, além da sala NPG, o clube privado de Prince. Durante o percurso, o grupo poderá apreciar diversos objetos do artista, como roupas usadas em shows e instrumentos musicais, e ainda ter acesso a vídeos domésticos e gravações inéditas.

A entrada para o Paisley Park custará pouco mais de 38 dólares. A PP Management, subsidiária da Graceland Holdings LLC, que controla a antiga residência de Elvis Presley em Memphis, foi contratada para administrar o museu na casa de Prince.

O projeto para a abertura do museu prevê a ampliação das vagas de estacionamento em Paisley Park, das atuais 90 para 140. Hotéis nas proximidades da residência devem ser construídos para a hospedagem de turistas. A entidade espera receber cerca de 2 mil visitantes diariamente.

Prince foi encontrado morto no elevador de sua residência em Paisley Park no dia 21 de abril deste ano. Posteriormente, investigações revelaram que o músico morreu de uma overdose acidental de opioides.

CN/efe/lusa

http://www.dw.com/pt/casa-de-prince-vira-museu/a-19507713