Resultado de imagem para cada tridente em seu lugar e outras cronicas

…e Outras Crônicas

Estréia literária de Cidinha da Silva, arguta investigadora das questões sócio-culturais de nosso tempo, esconde em suas franjas núcleos grávidos de especulações estéticas e ideológicas. Bem aproveitados, esses núcleos resultam em perturbadoras narrativas, abertas à discussão sobre o multiculturalismo da sociedade brasileira e às experimentações que tornam pertinente a criação literária. Cidinha da Silva, conhecedora das circunstâncias e agentes que nos fundaram, tece uma linguagem que não hesita em alimentar-se de suas próprias contradições e daquelas geradas pela nossa sociedade. Ao assumir essa linguagem, a autora nos ensina a estar com outros brasileiros – móveis, fluentes, dignos, humanos –, até então exilados das grandes idéias que moldam este país. Vislumbro uma instigante ficcionista pedindo passagem em sua escrita: seria possível deixá-la falar com plena liberdade? Ela não precisa lutar com a historiadora mas, certamente, precisa de mais espaço. (Edimilson de Almeida Pereira – escritor)

http://institutoluizgama.org.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=399:cada-tridente-em-seu-lugar-a-outras-cronicas&catid=13:leiturasquestao-racial&Itemid=19

Anúncios